Ensino universitário nocturno em Portugal

Seguindo o desabafo do José Silva, não posso deixar de expressar também o meu especial desagrado para com a Universidade de Aveiro, que tendo sido criada com base no Centro de Estudos de Telecomunicações, hoje em Aveiro conhecido como a sede da PT Inovação, não conseguiu até hoje proporcionar cursos nocturnos para este departamento.

Já lá vão sete (7) anos desde que concluí o secundário. Já trabalhava, mas foi por esta altura que me dediquei a um emprego full-time, uma vez que tinha, e obviamente ainda tenho de me sustentar. Infelizmente o sonho, sim porque é um sonho, de ingressar na universidade, especificamente na de Aveiro, no curso de Engenharia de Computadores e Telemática, foi por água abaixo!

Este não é um país, em termos de educação, mas noutros meios também, que defende o mérito. Não é um país que apoia quem é produtivo, e muito menos quem o é e ainda quer estudar. Não é só um problema de política de educação, das universidades, mas também das entidades patronais que falam muito e fazem pouco, ou nenhum..

Um dia talvez ganhe o EuroMilhões, e aí, quem sabe, se não ficar excêntrico, desisto de trabalhar e vou estudar!

4 thoughts on “Ensino universitário nocturno em Portugal

  1. Fui trabalhador estudante nos últimos anos do meu curso e consegui conciliar as coisas com alguma facilidade devido ao meu trabalho na altura (era professor numa escola profissional). Sempre dava para ir a algumas aulas. O que me chateava era ter apenas uma época de exames especial adicional (Novembro), quando um estudante que seja dirigente associativo (AE, clube local, etc), podia fazer um exame a cada mês. Menos regalias para quem se sustenta e paga impostos, do que para quem tem o nome numa associação em que lá vai uma vez por mês…

    Fiz Erasmus durante 6 meses em Barcelona, e uma das coisas que que me agradou foi a carga horária ser bem menor que a nossa e as aulas eram repetidas 2 ou 3 vezes por semana para que quem não pudesse ir num dia ia noutro, permitindo trabalhar e estudar bastante mais praticável..

    De resto, melhor sorte para o ano, no curso e no Euromilhões🙂

  2. Pessoalmente gostava de ganhar certos conceitos, como Inteligência Artificial ou Mobile Networking, mas é complicado quando a área em que se trabalha tem pouco ou nada relacionado com tais temas. Infelizmente, Pedro, o que dizes é verdade! Dão-se mais regalias a quem delas não precisa. Mas lá diz à minha avózinha.. “quem não chora, não mama!”.. e a verdade é que um tipo que trabalha, não tem tempo pra “chorar”:-/

    Tks pelo desejo de melhor sorte!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s